• Visitas: 266

Concerto da Camerata de Sopros Silva Dionísio

27 Março | 19h30 

Auditório Vianna da Motta - ESML

Programa

Arthur Bird – Serenade, op.40
direcção: Luís Afonso e João Malha

Max Reger – Serenade Movement
direcção: João Malha

Richard Rodney Bennett – Reflections on a sixteenth century tune
direcção: Jorge Leiria e Jorge Macedo

Camerata de Sopros Silva Dionísio

Flautas: Maria Nascimento, Paulo Ferreira, Tiago Canto

Oboés: Ana Catarina Silva, Luísa Vitorino, Rui Araújo, Sara Miguel

Clarinetes: Daniel Frazão, Patrícia Silva, Pedro Victorino, Rúben Leiria

Fagotes: João Vieira, Joana Maia, Filipe Oliveira, Patrick Oliveira

Trompas: Luís Diz, Pedro Silva, Ricardo Conde, Sebastião Reis

- Entrada Livre - 

  • Visitas: 98

MASTERCLASS com LUIGI ABBATE, Professor e Compositor

20, 21, 22 Março (segunda a quarta-feira) 11h | Pequeno auditório

MASTERCLASS - LUIGI ABBATE

Sessões temáticas | Aulas individuais de Composição

O professor e compositor italiano Luigi Abbate, vem mais uma vez à ESML, no âmbito do Erasmus, para mais uma Masterclass, que se inicia já na próxima 2ª feira, dia 20.

A masterclass inicia-se com uma apresentação pelo compositor aberta a todos os alunos da escola e no final da sessão da manhã poderão ser agendadas as aulas individuais para alunos de Composição da ESML.
_____________________________________________________

20 Março (2ª feira) 11h, Pequeno Auditório
21 Março (3ª feira)
22 Março (4ª feira)

Tema 1
Prélude Choral et Fugue, de César Franck, como "pretexto" para definir a ideia de "qualidade musical", na visão do compositor

Tema 2

"De paz e de guerra" de Azio Corghi, para coro e orquestra sobre texto de José Saramago (2002)
"Fado errático" do compositor italiano contemporâneo Stefano Gervasoni

  • Visitas: 162

jazz@esml | 14, 21 e 28 Março, 4 Abril | 18h30 | Pequeno Auditório

jazz@esml

A sétima edição do ciclo de concertos jazz@esml centra parte da sua programação em projectos de jovens músicos finalistas e recém formados da licenciatura em jazz da ESML, os quais apresentarão as suas perspectivas do que pode ser o jazz contemporâneo através de repertório constituído exclusivamente por composições originais.

O cartaz completa-se com uma das personalidades mais vibrantes do jazz português, o guitarrista Afonso Pais.

O 7º jazz@esml tem inicio a 14 de Março. Todos os concertos deste ciclo serão realizados no Pequeno Auditório da ESML às 18h30.

Dia  14 Março | Nebuchadnezzar
Dia 21 Março | José Cruz Quarteto
Dia 28 Março | Roque
Dia 4 Abril | Afonso Pais Trio

- Entrada livre -

  • Visitas: 624

Don Giovanni | 11 e 12 MARÇO | 17h00 | Auditório Vianna da Motta - Orquestra Sinfónica ESML

Don Giovanni

- ENTRADA LIVRE -  

Don Giovanni

A Ópera Don Giovanni de W.A. Mozart que hoje vos apresentamos é o resultado do exercício académico-musical que as Classes de Práticas de Ópera e de Orquestra Sinfónica da ESML realizaram pela primeira vez.

O espectáculo de hoje é de um grau de exigência muito elevado. Os músicos partilham o espaço, resguardados unicamente pelas suas capacidades e pelo seu virtuosismo não se podendo agarrar a nenhuma bengala ou subterfúgio. Não há fosso de orquestra não há palco. Há um espaço partilhado por todos os músicos onde trabalham e sonham com o sucesso na sua carreira.

Bom espectáculo.

Sílvia Mateus

_____________________________________

Agradecimentos:

. Francisco Sassetti, companheiro incondicional de trabalho (e sonhos) desde o primeiro dia que o conheci e que tantas e tantas horas de trabalho dedicou a este Don Giovanni.

. Armando Possante, colega de trabalho, que a uma semana do espectáculo numa substituição de última hora com humildade, camaradagem e profissionalismo me assegurou os papéis que apresentou.

_____________________________________


Acto I

Leporello, criado de Don Giovanni, reclama as agruras do seu trabalho enquanto o seu patrão se diverte dentro da casa de Donna Anna tentando seduzi-la. Esta tenta descobrir a identidade dele e Don Giovanni sai da casa.

Para defender a honra da sua filha, o Comendador bate-se num duelo com Don Giovanni e é morto. Ao encontrar o seu pai morto Donna Anna pede a Don Ottavio que vingue a morte do Comendador.

Don Giovanni e Leporello estão a comentar o sucedido no duelo, quando aparece uma mulher a lamentar-se sobre o amante que a tinha abandonado. Don Giovanni aproxima-se dela e reconhece Donna Elvira, aquela que tinha abandonado e entretanto pede a Leporello que conte a Donna Elvira todas as suas conquistas amorosas.

Numa aldeia próxima, Masetto e Zerlina estão a comemorar o seu noivado. Don Giovanni encarrega Leporello de convidar todos os camponeses para uma festa no seu palácio e de afastar Masetto para poder seduzir Zerlina, mas assim que consegue os seus intentos Donna Elvira aparece e estraga-lhe as intenções.

Donna Anna e Don Ottavio surgem e pedem ajuda a Don Giovanni para encontrarem o assassino do Comendador. Aparece de novo Donna Elvira e avisa-os que Don Giovanni é um traidor e um mentiroso. Donna Anna reconhece Don Giovanni, como este sendo o assassino, quando ele se despede e pede a Don Ottavio que vingue a morte de seu pai.

Entra Masetto zangado com Zerlina, que entretanto lhe pede desculpa e ele perdoa-lhe. Donna Anna, Donna Elvira e Don Ottavio, disfarçados, decidem ir à festa de Don Giovanni para o desmascarar.

No baile, Don Giovanni pede de novo a Leporello que distraia Masetto para que ele possa seduzir mais uma vez Zerlina. Leporello assim o faz e Don Giovanni retira-se com a Zerlina que começa a gritar e a pedir ajuda. Don Ottavio, Donna Anna, Donna Elvira prestam auxílio a Zerlina que entra na sala para os braços do seu noivo. Don Giovanni acusa Leporello de ser ele o culpado dos gritos de Zerlina e diz que o vai punir. Don Ottavio, Donna Anna e Donna Elvira tiram as suas máscaras e dizem que já descobriram que ele é o traidor e o assassino do Comendador.

 

Acto II

Don Giovanni conta a Leporello que viu a criada de Donna Elvira e que a quer conquistar. Para isso tem um plano, trocar de roupa com Leporello, mas isso não basta, por isso canta de baixo da varanda de Donna Elvira uma serenata a dizer que a ama. Donna Elvira acredita e desce para se encontrar com ele e não se apercebe que entretanto Leporello disfarçado de Don Giovanni lhe havia tomado a posição.

Entretanto aparece Masetto com os seus amigos com o intuito de matar Don Giovanni mas este como está disfarçado de Leporello, despista os amigos de Masetto e quando fica sozinho com ele desarma-o e agride-o. Zerlina aparece, vê que o seu noivo está ferido e consola-o.

Donna Anna, Don Ottavio, Zerlina e Masetto encontram o disfarçado Leporello e ameaçam-no mas para surpresa deles Donna Elvira sai em sua defesa. Leporello vê-se obrigado a identificar-se.

No Cemitério, Don Giovanni e Leporello contemplam a estátua do Comendador. Ouvem uma voz que recrimina a conduta de Don Giovanni e que promete vingança. Leporello fica aterrorizado mas Don Giovanni convida a estátua para cear com ele nessa noite e a estátua aceita.

Donna Anna pede a Don Ottavio que compreenda a sua dor e que aceite a adiar o casamento.

Don Giovanni está a jantar, quando Donna Elvira aparece pedindo que ele mude de vida e que ficará com ele para sempre. Don Giovanni despreza-a. Donna Elvira sai e grita. Don Giovanni manda Leporello ver o que se passa e este também grita.
Entra a estátua do Comendador para cear com Don Giovanni. Esta pede-lhe que ele se arrependa de tudo aquilo que fez, mas sem sucesso. A estátua dá a mão a Don Giovanni e leva-o para outra dimensão.

Entram no palácio Donna Anna, Don Ottavio, Donna Elvira, Zerlina e Masetto para se vingarem de Don Giovanni mas Leporello diz-lhes que o Comendador se antecipou. Com a vingança feita todos agora decidem o seu futuro: Donna Elvira irá para um convento, Donna Anna guardará um ano de luto antes de se casar com Don Ottavio, Zerlina e Masetto celebram as bodas e Leporello procurará um novo amo.

Todos dizem ao público que aprendam a lição com o destino de Don Giovanni.

 _____________________________________

Personagens

Don Giovanni- Tiago Gomes

Donna Anna- Rafaela Albuquerque

Donna Elvira- Carolina Sá

Leporello- Francisco Henriques

Don Ottavio- Pedro Nascimento

Zerlina- Joana Alves

Masetto- Armando Possante

Commentatore- Armando Possante

Coro

Alexandra Lopes

Ana Sousa

Andreia Alves

Cátia Amaral

Joana Dias

José Pedro Ribeiro

Maria Gil Proença

Vasco Pearce de Azevedo

Nascido em Lisboa, Vasco Pearce de Azevedo obtém o Bacharelato em Composição na Escola Superior de Música de Lisboa estudando com Christopher Bochmann e Constança Capdeville. Frequenta vários cursos de direcção em Portugal, Espanha, França e Bélgica, tendo trabalhado com Jean-Sébastien Béreau, Ernst Schelle, Jenö Rehak e Octav Calleya (direcção de orquestra) e ainda com Erwin List, Josep Prats, Johann Duijck, Laszlo Heltay, Edgar Saramago e José Robert (direcção coral).
Conclui o mestrado em direcção de orquestra e coro na Universidade de Cincinnati (EUA), onde trabalha com Gerhard Samuel e Christopher Zimmermann (direcção de orquestra) e ainda com Elmer Thomas e John Leman (direcção coral). Conquista, em 1997, o 3º Prémio no Concurso Maestro Pedro de Freitas Branco e, em 1996, uma Menção Honrosa no II° Concurso Internacional Fundação Oriente para Jovens Chefes de Orquestra (Lisboa).
Funda em 1985 o Coro de Câmara Syntagma Musicum, coro com o qual conquista, em 1988, o 1º Prémio no concurso Novos Valores da Cultura, na área de Música Coral, o que lhe concede o direito à gravação de um CD intitulado “Música Coral do Século XX”. Nesse mesmo ano conquista uma Menção Honrosa no Concurso Novos Valores da Cultura, na área de Composição, com a obra “3 Pantoneças in Memoriam Alban Berg”. Em 1992 funda a Orquestra da Juventude Musical Portuguesa, que dirige até 1995. É desde 1995 Maestro Titular e Director Musical da Sinfonietta de Lisboa. Tem dirigido, na qualidade de Maestro Convidado, as Orquestras Sinfónica Portuguesa, Metropolitana, Nacional do Porto, Filarmonia das Beiras, Sinfónica Juvenil, Orquestra Sinfónica da Escola Profissional de Música de Viana do Castelo e Orquestra Portuguesa das Escolas de Música.
É licenciado em Engenharia Electrotécnica pelo Instituto Superior Técnico, local onde foi também assistente das disciplinas de Álgebra e Análise Matemática. Actualmente é Professor de Direcção Coral, Análise, Orquestra e Coro na Escola Superior de Música de Lisboa, e Professor de Análise na Academia Superior de Orquestra.

Sílvia Mateus

Especialista pelo IPL de Lisboa, Mestrado em Music Theatre Studies da Universidade de Sheffield, Curso Superior de Canto do Conservatório Regional de Gaia. Cursos de pós-graduação com Paul Schilhawsky, Willma Lipp, Illeana Cotrubas, etc e Body Mapping and Alexander Technique da Universidade do Colorado em Boulton, nos U.S.A.

1º Prémio do Concurso Nacional de Canto Luísa Todi em 1993 e 1º Prémio do Concurso Nacional da Juventude Musical Portuguesa em 1988 representou em ópera todos os principais papéis para a sua voz. Com vários CDs gravados actuou nas principais salas do país e em Espanha, Inglaterra, Alemanha, Áustria, Itália, Brasil, China, Suécia, El Salvador, Venezuela.

Compôs em 2009 a Ópera Brites de Almeida, para voz e percussão, monólogo a partir de um libreto original e como encenadora para além de vários espectáculos originais apresentou as Óperas Dido e Eneias de H. Purcell, Orfeu e Euridice de Gluk, L’ Enfant et les sortilèges de M. Ravel, Bodas de Figaro de W. A. Mozart e Don Giovanni de W. A. Mozart.

Tiago Amado Gomes

Nasceu em Montreal, Québec em 1991. Iniciou os seus estudos musicais no Conservatório de Música do Choral Phydellius em Violoncelo, com Ana Filomena Rodrigues e mais tarde em Canto com Manuela Moniz. Continuou os seus estudos em Canto, no Conservatório Nacional com José Manuel de Araújo. Terminou a Licenciatura da Escola Superior de Música de Lisboa como aluno da Prof. Sílvia Mateus com quem prossegue os seus estudos de Mestrado em Performance. Frequentou masterclasse de Alexander Technique sob a orientação de Crissman Taylor e diversas masterclasses de canto entre outras a salientar com o barítono Benjamin Appl, Jill Feldman, Christian Hilz, Susanne Rydén obtendo com esta o prémio Extraordinary Music Talent 2015.

Em Ópera foi solista na Gala de Ópera com a Orquestra Sinfónica Juvenil ao lado de Armando Possante e Sandra Medeiros sob a orientação do Maestro Christopher Bochmann. Foi Zareski em Eugene Onegin, Op. 24 de Tchaikovsky, com a Orquestra do Norte sob direcção do Maestro José Ferreira Lobo, no Coliseu do Porto; Conde de Almaviva em Le Nozze di Figaro com a Orquestra Metropolitana sob direcção do Maestro Pedro Amaral e encenação de Jorge Vaz de Carvalho, no Centro Cultural de Belém; Don Giovanni em Don Giovanni de W.A. Mozart com Direcçao Artistica e Encenação de Sílvia Mateus, no Teatro São Luiz; Ben em The Telephone de Gian Carlo Menotti e Marco em Gianni Schicchi de G. Puccini com a Orquestra Gulbenkian sob direcção artística da Maestra Yi-Chen Lin e encenação de Claudio Desderi.

Fez a estreia absoluta da obra Courage...to follow the way de Daniel Davis, nomeada para o Prémio Autores SPA, na categoria Musica – Melhor trabalho de música erudita ao lado de Luís Tinoco e Victorino de Almeida; a estreia absoluta de Baú da Descoberta de Sara Ross e Daniel Davis, um teatro-musical com encenação de Linda Valadas e a organização da EGEAC (Castelo de São Jorge). Fez a estreia absoluta da obra Recomeça de Carlos Marecos/Miguel Torga ao lado dos seus professores Sílvia Mateus (Soprano), Pedro Couto Soares (Flauta), José Massarrão (saxofone), Gonçalo Marques (Trompete), José João Santos (Piano). Foi solista no coro do Bailado Orpheu&Euridice de Gluck com os Maestros Paulo Lourenço e Massimo Mazzeo sob orientação artística de Olga Roriz, no Teatro Camões.

Em concerto foi solista nas obras EindeutschesRequiem, Op.45 de Johannes Brahms com a Orquestra Sinfónica da ESML sob direcção do Maestro Vasco Azevedo, Messe de Requiem, Op. 48 de Gabriel Fauré com a Orquestra Sinfónica da Guarda Nacional Republicana sob direcção do Maestro João Branco; Magnificat in D-Dur de J.S. Bach com a Orquestra da ESML sob direcção do Maestro João Barros, Paukenmessede Joseph Haydn com a Orquestra Sinfónica da Esml sob direcção do Maestro Paulo Lourenço, Requiem de W. A. Mozart, com a Orquestra Sinfónica da Guarda Nacional Republicana sob direcção do Maestro Jean-Sébastien Béreau, Missa in A de J.S. Bach com a orquestra da Metropolitana sob a orientação do Maestro Jean-Marc Burfin. Participou em diversos concertos entre outros com os Pianistas Marisa Silva, Mariana Godinho e recentemente com João Paulo Santos.

Faz colaborações com o Teatro tendo participado na peça Interpretação de Tiago Rodrigues, apresentado na Culturgest e ainda no Teatro da Politécnica com Primeira Geração , teatro - musical de Gonçalo Quirino. É Membro da European Network of Opera Academies (Gulbenkian) e faz parte do José Saramago Ensemble Jovem.

Rafaela Albuquerque

Iniciou os seus estudos aos 4 anos na Academia de Música de Santa Cecília. Completou o ensino secundário em Canto com a professora Marina Ferreira. Em 2011, ingressou na Escola Superior de Música de Lisboa, onde terminou a licenciatura em Canto (2014) com o professor Luís Madureira e protagonizou Dido em Dido e Eneias sob a encenação de Sílvia Mateus.

Em colaboração com a Orquestra Gulbenkian, protagonizou Sofia em Il Signor Bruschino e Lauretta em Gianni Schicchi sob a encenação de ClaudioDesderi.

Foi a melhor classificada, na categoria Canto, no concurso Prémio Jovens Músicos 2015.

Pertence ao ENOA (Gulbenkian) desde Fevereiro de 2015 e, como tal, tem a oportunidade de participar em várias masterclasses pelo mundo. Já participou em masterclasses com ClaudioDesderi e, em Itália, com as sopranos June Anderson e Cecilia Gasdia.

Presentemente continua os seus estudos com a soprano americana June Anderson.

Carolina Maroco de Sá

Iniciou os seus estudos musicais na Escola de Música Valentim de Carvalho. Em 2004 ingressou no Instituto Gregoriano de Lisboa, onde frequentou o Curso Básico de Música (instrumento: piano) e o Curso Secundário de Canto Gregoriano, integrando a classe de Educação Vocal da professora Elsa Cortez. Conquistou o 1º prémio do 1º Concurso de Canto do Instituto Gregoriano de Lisboa, apresentando-se a solo no Palácio Foz.

Participou em cursos de aperfeiçoamento técnico e estilístico com Ana Ester Neves, Ana Paula Russo, Armando Possante, David Santos, Elena Nentwig, João Paulo Santos, Lieve Jansen, Lúcia Lemos, Luís Rodrigues, Magna Ferreira e Manuel Brás da Costa.

Enquanto aluna da Escola Superior de Música de Lisboa (E.S.M.L.) frequentou o Workshop Recursos contemporâneos da Voz Humana como forma de expressão: criação de uma performance com Alicia Molina García, Diana Pérez Custodio e Sonia Carillo Aparicio do Conservatório Superior de Música de Málaga. No mesmo ano integrou o Youth European Music Exchange – Les Musicales de Grillon sob a orientação de Artur Carneiro e Nicholas McNair.
No contexto de música de câmara, estreou peças de Daniel Davis, Daniel Flores, Luís Salgueiro e Telmo Lopes. Como solista, apresentou-se em concertos com a Orquestra de Sopros da E.S.M.L., interpretando a 2ª Sinfonia Mare Nostrum de Jorge Salgueiro, sob a direção do próprio compositor, trabalhando ainda com o maestro Alberto Roque. Foi também solista em récitas da Messe de Minuit de Charpentier com os coros da Universidade de Lisboa e o Ensemble Arabesco.

Participou na ópera Ester pelo Estúdio de Ópera da E.S.M.L. sob a direção musical de Jan Wierzba, direcção teatral de Luca Aprea e direção artística de Nicholas McNair. Interpretou a primeira bruxa em Dido e Aeneas de Henry Purcell e cantou o papel de Marcellina da ópera As Bodas de Fígaro de Mozart com a classe de interpretação cénica da E.S.M.L e depois com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, integrando o elenco do Atelier de Ópera 2015/2016.

Completou, com distinção, a Licenciatura em Canto na E.S.M.L. sob a orientação da Professora Sílvia Mateus. Actualmente dá voz à personagem Dona Elvira na ópera Don Giovanni de Mozart.

Francisco Henriques

Começou os seus estudos musicais aos 5 anos, tendo como professor de violino o Professor Gareguin Aroutiounian. Paralelamente foi mantendo uma actividade coral regular.

Presentemente, frequenta o 3.º ano da Licenciatura em Violino na classe do Prof. Bin Chao e vai desenvolvendo os seus estudos na área do Canto com a Prof. Sílvia Mateus, participando simultaneamente em diferentes agrupamentos da Escola Superior de Música de Lisboa.

Tem-se apresentado a solo como violinista e cantor em diferentes salas como o CCB, Teatro Sao Luís, Palácio Foz, Convento do Carmo, Igreja de S. Roque, Palácio Nacional da Ajuda e o Grande Auditório Vianna da Motta.

Pedro Nascimento

Iniciou os seus estudos musicais no Conservatório de Música do Porto, na classe de canto da professora Palmira Troufa. Frequentou também a Escola de Música do Conservatório Nacional em Lisboa sob orientação dos professores José Manuel Araújo, José Carlos Xavier e do Maestro Armando Vidal.

Licenciou-se na Escola Superior de Música de Lisboa, nas classes das professoras Elsa Saque e Sílvia Mateus, trabalhando paralelamente com os professores Nuno Vieira de Almeida, Fernando Fontes e Olga Prats.

Frequentou aulas de aperfeiçoamento com Elsa Saque, Giulio d’Angelo, Walter Moore, Loh Siew-Tuan, Graham Johnson, Yvonne Minton, Sarah Walker e Silvia Ranalli. Colaborou diversas vezes como coralista com o Círculo Portuense de Ópera, o Estúdio de Ópera da Casa da Música (Porto), a Companhia Portuguesa de Ópera, Orquestra do Norte, Orquestra do Algarve, Voces Caelestes, entre outros e integrou ainda o elenco do musical Amália de Filipe La Féria. Foi membro do coro da Fundação Calouste Gulbenkian entre 2005 e 2011.

Enquanto solista interpretou a parte de tenor em Missa em Sol M de Carlos Seixas, Le Roi David de Honegger; Lauda per la Nativita de Respighi. Foi Vasco da Cunha no musical A Queda de um Anjo de Villas-Boas, 2º Sacerdote, Monostatos e Tamino em A Flauta Mágica e D. Curzio em As Bodas de Figaro de Mozart, Sorceress em Dido e Eneias de Purcell, Aldeão em I Pagliacci de Leoncavallo, Abdallo em Nabucco de Verdi, Professor em O Sonho Mágico de Stella Lalova. Estreou o papel de Tio Lopes em Orquídea Branca de Jorge Salgueiro e foi Selimo na primeira audição moderna de La Zaira de Marcos de Portugal na Fundação Calouste Gulbenkian. Foi dirigido pelos maestros Kamen Goleminov, Jorge Matta, Sérgio Fontão, Paulo Lourenço, Eugene Rogers, Nicola Giusti, Andrew Swinnerton, José Ferreira Lobo, Young Min Park, Jorge Salgueiro, Giovanni Andreoli e Jean-Sébastien Béreau, entre outros.

Ao abrigo do programa Erasmus, frequentou o segundo ano de mestrado na classe da professora Silvia Ranalli em Itália, onde representou os papéis Il Capo della polizia (protagonista) em L’ Organo di Bambù de Ennio Porrino, Rinuccio em Gianni Schicchi de Puccini, Don Ottavio em Don Giovanni de Mozart e Bardolfo em Falstaff de Verdi, sob direcção dos maestros Marco Attura, Alessandro Cedrone, Pietro Liberati e Mauro Paris, respectivamente.

Frequentou masterclasses e cursos de Direção Coral com Paulo Lourenço, Eugene Rogers, Gonçalo Gouveia, Stephen Coker, Elisenda Carrasco, entre outros. Foi conferencista no VII Encontro Regional de Educação - Aprender no Alentejo da Universidade de Évora.

Leccionou as disciplinas de Canto, Saúde Vocal e Coro no Conservatório Regional de Évora, onde foi Director Pedagógico e Coordenador do Departamento de Canto, Línguas e Classes de Conjunto, tendo, ainda, fundado e dirigido o Coro de Encarregados de Educação nessa instituição. Foi também docente na Álamos Art - Academia de Música e Artes dos Álamos, na área do Canto e Técnica Vocal, instituição onde dirigiu os coros infantil e adulto. Foi director musical do Coralices - Coro do Hospital do Espírito Santo e actualmente dirige os coros CorUÉ - Coro da Universidade de Évora e o Coral Évora.

Joana Maria Alves

Natural de Ponte de Lima, ingressou no ensino oficial da música na Academia de Música Fernandes Fão e posteriormente no Conservatório de Música de Barcelos. Concluiu o 7º grau de piano na classe da professora Natalya Harasymenko e o curso complementar de canto, em regime supletivo em 2011 na classe da professora Liliana Coelho. Durante esse período participou em diversos concertos como solista tais como uma adaptação do musical West Side Story de Leonard Bernstein no papel de Consuelo, da ópera Carmen de Bizet no papel de Frasquita, e na versão portuguesa da ópera Hänsel und Gretel de E. Humperdinck no papel de Maria (Gretel).

Ingressou no Ensino Superior em 2011, na Universidade de Évora, frequentando a licenciatura em Canto - Interpretação sob a orientação da professora Liliana Bizineche durante dois anos. No ano seguinte prosseguiu os estudos académicos na Escola Superior de Música de Lisboa continuando a licenciatura em Música - Canto, variante de Execução, na classe da professora Sílvia Mateus que concluiu em 2015 e frequenta actualmente o Mestrado em Música, área de especialização de Canto, na Escola Superior de Música de Lisboa sob orientação da professora Sílvia Mateus.

Durante a frequência da Universidade de Évora, estreou a ópera Preço do Perdão de Zoltan Paulinyi no papel de Caçula, em Junho de 2012. Apresenta-se regularmente em recitais e concertos a solo tendo já participado em concertos como solista com a Orquestra Gulbenkian, Músicos do Tejo e Orquestra de Câmara de Braga. Em produções da classe de Interpretação Cénica da Escola Superior de Música de Lisboa, fez parte do elenco da ópera Dido e Aeneas de H. Purcell em Junho de 2014 e em 2015 teve a oportunidade de preparar o papel de Lucy, da ópera The Telephone de G. C. Menotti. Posteriormente interpretou o papel de Susanna na ópera Le Nozze di Figaro de W. A. Mozart e Zerlina na ópera Don Giovanni do mesmo compositor.

Tem participado em diversas Masterclasses com professores como Peter T. Harrison, Patricia McMahon, Luis Giron May, Gabriella Morigi, António Salgado, Jill Feldman e Lieve Jansen tendo trabalhado com pianistas como Nuno Vieira de Almeida e Francisco Sassetti.

Armando Possante

Fez os seus estudos musicais no Instituto Gregoriano de Lisboa e na Escola Superior de Música de Lisboa, escolas onde actualmente ensina. Concluiu os Cursos Superiores de Direcção Coral, com o Professor Christopher Bochmann, Canto Gregoriano com a Professora Maria Helena Pires de Matos e Canto com o Professor Luís Madureira. Estudou Canto em Viena com Hilde Zadek e frequentou masterclasses de Canto e Canto Gregoriano com os maiores especialistas mundiais.

É director musical e solista do Grupo Vocal Olisipo e do Coro Gregoriano de Lisboa tendo-se apresentado em concertos e orientado workshops em todo o mundo. Gravou mais de duas dezenas de discos com grande reconhecimento crítico.

Conquistou vários prémios, entre os quais o 3º prémio no Concurso Luísa Todi e o 1º prémio no 7º Concurso de Interpretação do Estoril. Conquistou com o GVO quatro primeiros prémios e vários prémios de interpretação em concursos internacionais.

Apresenta-se regularmente como solista em recital, oratória e ópera, tendo colaborado com as principais orquestras e maestros do país.

Escola Superior de Música de Lisboa

_____________________________________

ACTO I

Cena I
Introduzione Notte e giorno faticar

Cena II
Recitativo Leporello, ove sei?

Cena III
Recitativo Ah del padre in periglio
Recitativo e duetto Ma quel mai s´offre, oh Dei Fuggi, crudele, fuggi!

Cena IV
Recitativo Orsù, spicciati presto

Cena V
Aria Ah, chi mi dice mai
Recitativo Chi è là?
Aria Madamina! Il catalogo è questo

Cena VI
Recitativo In questa forma dunque mi tradi il scellerato

Cena VII
Duetto Giovinette che fate all´amore

Cena VIII
Recitativo Manco male, è partita
Aria Ho capito, Signor, sì!

Cena IX
Recitativo Alfin siam liberati
Duettino Là ci darem la mano

Cena X
Recitativo Fermati, scellerato!
Aria Ah, fuggi il traditor!

Cena XI
Recitativo Mi par ch´oggi il demonio si diverta...

Cena XII
Recitativo Ah, ti ritrovo ancor...
Quartetto Non ti fidar, o misera...
Recitativo Povera sventurata...

Cena XIII
Recitativo ed Aria Don Ottavio, son morta
Aria Or sai chi l’onore

Cena XIV
Recitativo Come mai creder deggio
Aria Dalla sua pace

Cena XV
Recitativo Io deggio ad ogni patto
Aria Finch´han dal vino

Cena XVI
Recitativo Masetto, senti un po’
Aria Batti, batti, o bel Masetto...
Recitativo Guarda un po’ come seppe

Finale Presto, presto, pria ch´ei venga...

Cena XVII
Sù, svegliatevi, da bravi

Cena XVIII
Tra quest´arbori celata

Cena XIX
Bisogna aver coraggio

Cena XX
Riposate, vezzose ragazze!

Cena XXI
Venite pur avanti

ACTO II

Cena I
Duetto Eh via buffone
Recitativo Leporello! Singor!
Cena II
Terzetto Ah, taci, ingiusto core
Recitativo Amico que ti par?

Cena III
Recitativo Eccomi a voi
Canzonetta Deh vieni alla finestra

Cena IV
Recitativo V´è gente alla finestra
Aria Metà di voi quà vadano

Cena V
Recitativo Zitto! lascia ch´io senta

Cena VI
Recitativo Di sentire mi parve
Aria Vedrai, carino

Cena VII
Recitativo Di molti faci il lumi s´avvicina
Sestetto Sola, sola in bujo loco

Cena VIII
Sestetto Ferma, briconne, dove ten vai?

Cena IX
Recitativo Dunque quello sei tu
Aria Ah, pietà, Signori miei!

Cena X
Recitativo Ferma, perfido, ferma!
Aria Il mio tesoro intanto
Recitativo ed Aria In quali excessi, o Numi;
Mi tradi quell´alma ingrata

Cena XI
Recitativo Ah, ah! questa è buona
Duetto O statua gentilissima

Cena XII
Recitativo Calmatevi, idol mio
Recitativo ed Aria Crudele? Ah no, mio bene!;
Non mi dir, bell´idol mio
Rondo Forse, forse un giorno
Recitativo Ah, si segua il suo passo

Cena XIII
Finale Gia la mensa è preperata

Cena XIV
L´ultima prova dell´ amor mio

Cena XV
Don Giovanni, a cenar teco m´invitasti

Cena XVI
Ah! dov´è il perfido?

ESML Março, 2017

  • Visitas: 1784

4º FESTIVAL DE CORDAS DA ESML

13 a 26 de Março 2017 |

PROGRAMAÇÃO


Segunda Feira 13 de Março

17h00 - Pequeno Auditório

Audição das classes de cordas e música de câmara dos Professores Levon Mouradian, Paulo Gaio Lima, Irene Lima e Fernando Fontes

Programa:

Bernhard Alt - Suite para quarteto de contrabaixos

Gonçalo Abreu, Andreia Pacheco, Telmo Martins e Mateus Berhinger

C. Saint-Saens – Concerto para violoncelo, II-Allegretto com moto

Daniel Fernandes

Elgar – Concerto para violoncelo, I-Adagio

Ana Margarida Pinto

L. van Beethoven - Quarteto Op. 18, n.º 6, I-Allegro con brio

Matilde Araújo, violino

Beatriz Saglimbeni, violino

Francisco Caldeira, viola

Pedro Ribeiro, violoncelo

E. Carrapatoso - Trio para piano, clarinete e violoncelo

Matilde Andrade, piano

Hugo Bento, clarinete

Ana Margarida Pinto, violoncelo

J. S. Bach - Suite n.º 3 em dó maior para violoncelo solo

Pedro Massarrão

Daryl Runswick - Strauss in the Dog House - para quarteto de contrabaixos

João Lucas, João Vargas, Carlota Ramos e Mateus Berhinger

E. Lalo - Concerto para violoncelo, II –Intermezzo III-Introduction

Pedro Albuquerque

A. Borodin - Quarteto n.º 2, I-Allegro moderato

Teresa Pinheiro, violino

Maria Inês Rebelo, violino

Pedro Alves, viola

Carlos Soares, violoncelo

L. van Beethoven - Quarteto Op. 18, n.º 1, I-Allegro con brio II-Adagio affettuoso ed appasionato

Alexandra Araújo, violino

Daniel Gandra, violino

Milan Radocaj, viola

Nika Vremsak, violoncelo

M. Ravel – Quarteto em fá maior, II-Très lent IV-Vif et agité

Ana Paula Sousa, violino

João Cunha, violino

Beatriz Acosta, viola

Victor Pavtchinski, violoncelo

 

Terça Feira 14 de Março

13h45 - Concerto no Foyer da ESML

Ensemble de contrabaixos

The Ragtime Bass Player de Adolf Lotter

Verano Porteño de Astor Piazzolla

João Vargas, João Lucas Andreia Pacheco, Carlota Ramos, Gonçalo Abreu, Telmo Martins, Mateus Berhinger e Carlos Costa

14h30 - Pequeno Auditório

Audição das classes de cordas dos Professores Ana Beatriz Manzanilla, Bin Chao, Tamila Kharambura e Pedro Saglimbeni Muñoz

Programa:

J. Brahms - Scherzo da F. A. E. Sonata

Jaime Jacob

J. S. Bach - Partita II - Allemande

Sara Fernandes

N. Paganini - Cantabile

Inês Rebelo

P. Sarasate - Introduction e Tarantella

Ana Carvalho

K. Stamitz – Concerto para viola em ré maior, I-Allegro

Francisco Caldeira

J. S. Bach - Partita II- Allemande

Francisco Posch

J. Brahms – Sonata em mi bemol maior Op. 120, n.º 2 para viola e piano, I-Allegro amabile

Angélica Groppi

P. Sarasate - Romanza Andaluza

Beatriz Saglimbeni

J. Brahms - Scherzo em dó menor

Beatriz Machado

H. Vieuxtemps – Capriccio para viola solo

Milan Radocaj

J. Brahms - Sonata para violino e piano em lá maior Op. 100

Luís Guimarães

B. Martinú – Rapsódia para viola e piano, I-Moderato

Pedro Alves

J. Brahms – Sonata em ré menor para violino e piano

Catarina Barreiros

Pianistas: Alexander Stretile, Cinzia Piredda, Prof. Francisco Sassetti e Prof. Nicolas McNair

 

Quarta Feira 15 de Março

13h45 - Concerto no Foyer da ESML

J. S. Bach – Prelúdio e Allemande da Suite n.º 1 em sol maior para viola solo

Micaela Miranda

J. S. Bach – Allemande e Courante da Suite n.º 2 em ré menor para viola solo

Pedro Alves

J. S. Bach – Concerto Brandenburg n.º 6 em si bemol maior, I-Allegro

Ensemble de violas da ESML

Milan Radocaj, Francisco Caldeira, Pedro Alves, Angélica Groppi – violas

Pedro Massarrão – violoncelo

Gonçalo Abreu - contrabaixo

 

Sexta-Feira 17 deMarço

10h30 - Pequeno Auditório

Audição das classes de cordas e música de câmara dos Professores Tiago Neto, Manuel Rêgo e Paulo Pacheco

Programa:

J. B. Vanhal - Concerto para contrabaixo, I-Allegro moderato

Gonçalo Abreu

F. Mendelssohn - Concerto para violino em mi menor, Op. 64, II. Andante

Valéria Magalhães

J.S. Bach Sonata para viola da gamba, II-Allegro

João Vargas, contrabaixo

Leonora Silva, cravo

G. Bottesini - Fantasia La Sonnambula para contrabaixo

João Lucas

A. Arensky - Trio, Op. 73, II-Romance: Andante

F. Mendelssohn - Trio, Op. 49, III-Leggiero e vivace

Francisco Henriques, violino

Pedro Massarrão, violoncelo

José Pedro Ribeiro, piano

S. Koussevitzky - Concerto Op. 3 para contrabaixo, III-Allegro

Andreia Pacheco

G. Bottesini -Concerto em si menor para contrabaixo, II- Andante

Carlota Ramos

W. A. Mozart – Concerto para violino em lá maior, K. 219, I-Allegro aperto

Teresa Pinheiro

D. Dragonetti – Concerto para contrabaixo, I-Allegro

Telmo Martins

G. Bottesini - Concerto em si menor para contrabaixo, I-Allegro

Mateus Berhinger

A. Khatchaturian - Concerto para violino em ré menor, I-Allegro con fermezza

Miguel Vasconcelos

R. Schumann - Quinteto com piano, op. 44

Félix Duarte, violino

Beatriz Saglimbeni, violino

Beatriz Acosta, viola

Sara Abreu, violoncelo

Ana Pires, piano

Pianistas: Prof. Francisco Sassetti, Prof. Nicolas McNair

14h30 – Pequeno Auditório Palestra/Workshop Professores Nicolas McNair e Manon Marques
“Não Sei Improvisar”


Sábado 18 de Março

10h00  Aulas Abertas de violino, violoncelo, e música de câmara Professores: Ana Beatriz Manzanilla Bin Chao Tamila Kharambura Levon Mouradian Paulo Gaio Lima Irene Lima
10h00 – Masterclass de violino Prof. Paul Tulloch
11h00 – Masterclass de violoncelo Barroco Prof. Ana Raquel Pinheiro


Domingo 19 de Março

11h00  Masterclass de violino e viola Professores: Aníbal Lima Bárbara Friedhoff
14h00 – Aulas abertas de viola Prof. Pedro Saglimbeni Muñoz

 

Segunda Feira 20 de Março

13h45 - Concerto no Foyer da ESML

J. S. Bach - Adágio da Sonata n.º 1 para violino solo

Beatriz Saglimbeni

J. S. Bach – Gavotte en Rondeau da Partita n.º 3 em mi maior

Rebeca Couto

Z. Kodály – Serenata Op. 12 para dois violino e viola

Trio Saglimbeni: Beatriz Saglimbeni, violino, Prof. Ana Beatriz Manzanilla, violino e Prof. Pedro Saglimbeni Muñoz, viola


Terça Feira 21 de Março

13h45 - Concerto no Foyer da ESML

J. S. Bach – Allemande e Courante da Suite n.º 3 em dó maior para viola solo

Francisco Caldeira

J. S. Bach - Suite n.º 1 em sol maior para violoncelo solo

Pedro Massarrão

 

Quarta Feira 22 de Março

21h00 Auditório Vianna Da Motta

Concerto da Camerata Gareguin Aroutiounian

Programa:

A. Vivaldi (1678-1741) - Concerto para 2 violinos e violoncelo em ré menor Op. 3, n.º 11 RV565

Rebeca Couto, violino solo I

Débora Oliveira, violino solo II

Pedro Massarrão, violoncelo solo

A. Vivaldi - Concerto para 4 violinos e violoncelo em si menor Op. 3, n.º 10 RV580

Eduarda Prata, violino solo I

Daniel Gandra, violino solo II

Ana Carvalho, violino solo III

Samanta Crespim, violino solo IV

Pedro Ribeiro, violoncelo solo

J. S. Bach (1685-1750) - Concerto Brandenburg em sol maior n.º 3 BWV 1048

António Pinho Vargas (n. 1951) - An Impossible Task - em lugar do II.º andamento "em falta" do Concerto Brandenburg n.º 3 de Bach

W. A. Mozart (1756-1791) - Eine kleine Nachtmusik K. 525

 

Sábado 25 de Março

14h00 - Aulas Abertas de Violino, Viola e Contrabaixo Professores: Tiago Neto, Samuel Barsegian e Manuel Rêgo

21h00 - Auditório Vianna Da Motta

Concerto da Orquestra de Repertório da ESML da Classe do Prof. Jean Marc Burfin – Solistas do Festival de Cordas

Programa:

G. Bottesini - La Sonnambula,  Fantasia para contrabaixo

Solista: João Lucas

Direção: Rita Blanco

E. Elgar - Concerto para violoncelo em mi menor, I-Adagio

Solista: Nika Vremsak

Direção: Constança Simas

M. Bruch- Concerto para violino n.º 1 em sol menor, I-Vorspiel: Allegro moderato

Solista: Francisco Henriques

Direção: Tiago Oliveira

C. Saint-Saens - Concerto para violino n.º 3 em sol menor, I-Allegro non troppo

Solista: Alexandra Araújo

Direção: Rita Blanco

 

Domingo 26 de Março

14h00 - Aulas Abertas de contrabaixo Professor: Manuel Rêgo

17h00 Concerto da Orquestra de Repertório da ESML da Classe do Prof. Jean Marc Burfin – Solistas do Festival de Cordas

Programa:

J. Braga Santos - Concerto para viola Op. 34, I-Allegro enérgico

Solista: Beatriz Acosta

Direção: Tiago Oliveira

S. Prokofiev - Concerto para violino n.º 2 em sol menor, I-Allegro moderato

Solista: Matilde Araújo

Direção: Constança Simas

S. Koussevitzky- Concerto para contrabaixo Op. 3 em fá sustenido menor, I-Allegro

Solista: Andreia Pacheco

Direção: Constança Simas.

A. Dvorak- Concerto para violoncelo em si menor, I-Allegro

Solista: Victor Pavtchinski

Direção: Rita Blanco

EXPOSIÇÕES NO FOYER DA ESML
Atelier Nuno Chagas, Luthier,
Atelier Torres & Dase, Luthier,
Exposição de instrumentos, arcos, arranjos e venda de acessórios