Masterclass de Música de Câmara | Henry-David Varema (violoncelo) | Andres Kaljuste (viola) | Triin Ruubel (violino)

Dados do Evento

Data:
quinta, 01 março 2018
Local:
Escola Superior de Música de Lisboa
Participante(s):

VIOLINO: Triin Ruubel

VIOLA: Andres Kaljuste

VIOLONCELO: Henry-David Varema

Repetições ou continuação:
repete no dia seguinte, 2 de Março de 2018
Masterclass de Música de Câmara | Henry-David Varema (violoncelo) | Andres Kaljuste (viola) | Triin Ruubel (violino)
08 Mar.
2018

Três figuras de renome da música internacional vindos da Estónia estarão nos dias 1 e 2 Março a orientar masterclasses de música de câmara para os alunos da ESML.

Uma oportunidade para violinistas, violetistas e violoncelistas consolidarem os seus conhecimentos. Inscrições junto do professor Paulo Pacheco.

 

Biografias

 

Triin Ruubel

Uma das violinistas mais reconhecidas da nova geração da Estônia, Triin Ruubel (1988), obteve a sua formação na Escola Superior de Música de Tallinn, sob a supervisão da Tiiu Peäske. Em 2012, prosseguiu os seus estudos na Escola Superior de Teatro e Música de Rostock na classe do Professor Petru Munteanu e, posteriormente sob a supervisão do mesmo pedagogo, no Instituto Leopold-Mozart em Augsburg.

Triin é detentora de vários prémios obtidos em concursos internacionais, como o Grande Prémio "Remember Enescu" na Sinaia, Romênia. Destacam-se o primeiro prémio e galardões especiais no Kloster Schöntal na Alemanha, além do terceiro prémio no concurso internacional Ginette Neveu de Avignon, bem como a obtenção do prémio do público no concurso Rodolfo Lipizer na Itália, para além de receber várias bolsas internacionais.

Triin tem-se apresentado com orquestras na Estónia, entre outras. Tem colaborado com a Orquestra da Câmara de Tallinn, com a Orquestra Filarmónica de Rostock Norte, a Orquestra da Câmara da Polónia, entre tantas outras orquestras em festivais de prestígio na Alemanha. Como solista à frente da ERSO, estreou-se no concerto da temporada de 2015/16, interpretando o concerto de violino de Sibelius sob a direção de NeemeJärvi.
A partir da temporada 2015/2016, Triin ocupa o lugar concertino na Orquestra Sinfônica Nacional da Estónia. Atualmente, é professora na Academia de Música e Teatro de Tallinn. Paralelamente, Triin colabora também com o professor PetruMunteanut nas aulas de mestrado e supervisiona jovens violinistas na Academia de Verão Järvi em Pärnu.

 

Andres Kaljuste

O percurso do maestro, violinista e violetista Andres Kaljuste (1982) como músico, iniciou-se na classe de violino de Aino Riikjärv na Escola Superior de Música de Tallinn. Seguiram-se os estudos na Academia de Música e Teatro da Estónia, depois na Escola de Música de Estocolmo e na Faculdade de Música Hanns Eisler, em Berlim, onde teve como professores Urmas Vulp, Nina Balabina, Oleg Balabine e Ulf Wallin.

Concluido o seu percurso académico, Kaljuste tornou-se membro da Escola Orquestra de Berlim, e em seguida passou a ser um músico independente nas Orquestras de Londres, bem como na Orquestra Filarmónica Real e na Orquestra Philharmonia. Na Finlândia tornou-se maestro convidado de concertos na Oulu Sinfonia. Entre 2014 e 2017 prosseguiu como maestro convidado em concertos do Ensemble de Violinos Filarmónico de Helsinki e, simultaneamente realizou o Mestrado em Direção de Orquestra na Academia Sibelius, sob a supervisão dos professores AtsoAlmila e HannuLintu. A partir de 2017, Kaljuste torna-se professor na Academia de Música e Teatro da Estónia.

Kaljuste dirigiu várias orquestras, incluindo a Orquestra Sinfónica Nacional da Estónia, a Filarmónica de Helsinki e de Tampere, a Odense Symphony Orchestra, a Oulu Sinfonia e Orquestra da Câmara Avanti! Trabalhou na Academia Lilla de Estocolmo como violinista e violetista. Foi maestro das orquestras e orientou diversos ensembles. Kaljuste lecciona aulas de mestrado em Inglaterra, França, Rússia e China.

 

Henry-David Varema

O violoncelista Henry-David Varema (1969) estudou na Escola Superior de Música de Tallinn com LaineLeichter e no Conservatório de Tallinn com Peeter Paemurru. Posteriormente, formou-se na Escola Superior de Munique com Walther Nothas e na Universidade das Artes de Berlim, onde foi orientado pelo prof. Wolfgang Boettcher. Em 2005, concluiu o doutoramento na Academia de Música e Teatro da Estónia.

Henry-David realiza regularmente concertos com vários artistas da Estónia, como o Quarteto de Cordas de Tallinn, e, em paralelo com uma atividade ativa de concertos, gravou música para a Rádio da Estónia e para editoras como a Antes e a WarnerClassics.

Como músico da Câmara, Henry-David integrou diversos ensembles estrangeiros. Entre os anos 2003 e 2009, foi membro do quarteto de cordas Petersen Quartet em Berlim, atuando em muitos países Europeus (incluindo salas de concertos como a London Wigmore Hall, a Berlin Filarmonia e a Munique Herkules Hall), nos EUA a New York Carnegie Hall e na Austrália. O quarteto gravou 9 CDs, e num registo discográfico de 2006 com a soprano Christine Schaffer, ganhou o Prêmio ECHO Klassik na Alemanha (2007). Henry-David também colaborou em Frankfurt com o novo Ensemble Modern.

Henry-David trabalhou como concertino convidado na Northern Sinfonia Orquestra de Câmara no Reino Unido, na Orquestra de Câmara Carl Philipp Emanuel Bach, na Orquestra de Câmara de Munique na Alemanha e na Orquestra Sinfônica de Auckland Philharmonia na Nova Zelândia. Em 2014, integrou por uma temporada, como chefe de naipes dos violoncelos a Orquestra Sinfônica de Sydney na Austrália.

Desde 1995, tem sido o chefe de naipes do naipe de violoncelos na Orquestra da Ópera Nacional da Estónia e, desde 2001, é docente de violoncelo e quartetos na Academia de Música e Teatro da Estónia. Além do trabalho pedagógico na Academia de Música e Teatro da Estónia, tem realizado vários cursos de violoncelo e de música da câmara, nas mais diversas faculdades de música e festivais na Europa, EUA, Canadá e Austrália, bem como tem sido convidado a integrar os júris em vários concursos. Atualmente, ocupa as funções de Vice-Reitor da Criatividade e Relações Internacionais na Academia de Música e Teatro da Estónia.

Actividades e Notícias

Investigação

cesem polo2